01.11.2017

Debates da esquerda no mundo: Revolução digital, inovação e desenvolvimento sustentável

Newsletter “Debates da esquerda no mundo” - Novembro de 2017

  • Foto: FES Brasil

Caros amigos, caras amigas,

A Fundação Friedrich Ebert (FES) está presente em mais de cem países ao redor do mundo. É com o apoio dessa rede de escritórios que a FES pretende contribuir para o debate plural no campo progressista a nível mundial com análises e propostas.

Um debate que ultimamente ganhou muita força e importância no mundo é o debate sobre os desafios da "revolução digital" e da chamada "indústria 4.0". Muitos expertos advertem que para enfrentar esses desafios seria necessária uma atitude proativa da política e dos sindicatos. Por um lado, é preciso encaminhar uma nova geração de políticas industriais, políticas com um forte foco na inovação. Não adaptar as políticas industriais poderia resultar em desvantagens no desenvolvimento econômico e finalmente em perda de competitividade e emprego. Por outro lado, ante os riscos da digitalização para as relações laborais e o emprego, é muito importante desenvolver uma visão de "um bom trabalho na era digital". Colocar esses temas na agenda não significa falar sobre desafios futuros, ma sim falar de um desafio atual!

Tendo em vista esses desafios e respectivos debates, gostaríamos de apresentar nessa edição de nosso Newsletter alguns documentos que poderiam ajudar a orientar o debate e a reflexão do campo progressista. A respeito da urgência de criar uma nova geração de políticas de desenvolvimento com foco na inovação, Daniel Buhr, professor da Universidade de Tübingen na Alemanha, aborda no documento "Vamos pensar grande" a necessidade de "abraçar e dar forma à digitalização". Isso exige uma politica de inovação sistêmica que não só precisa altas taxas de investimento, como também compreender a digitalização como interação de inovações tecnológicas e sociais.

Ante os desafios da revolução digital para o trabalho, pode ser de interesse o documento "Digitalização e o futuro do trabalho". Trata-se de um resumo do Livro Branco "Trabalhar 4.0", elaborado na Alemanha pelo Ministério de Trabalho e Assuntos Sociais no contexto de um amplo processo de diálogo com diferentes atores sociais. No documento se analisa os desafios atuais diante do avanço da digitalização, mas se menciona também linhas de ação para o futuro. Ainda que o Livro Branco se refira, sobretudo, às condições existentes na Alemanha, os trechos selecionados contém análises sobre o futuro do trabalho que são de ordem mais geral.

É bom lembrar neste contexto, que no plano internacional, o tema central da "Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável" é o tema da inovação e industrialização inclusiva e sustentável. A importância desse tema fica plasmado no objetivo 9 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O "Relatório Luz", elaborado pelo Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030 leva em consideração a importância desse objetivo para o Brasil.

Finalmente complementamos essa edição de nosso Newsletter com uma nota sobre os resultados de uma nova pesquisa realizada por Esther Solano, Pablo Ortellado e Marcio Moretto, cujo enfoque são as "Percepções evangélicas sobre política e sociedade brasileira".

Esperamos que os textos aqui apresentados sejam de seu interesse e desejamos uma boa leitura!

Equipe FES Brasil

Friedrich-Ebert-Stiftung Brasil

Escritório Brasil

Av. Paulista
2001 - 13º andar - cj. 1313
01311-931 - São Paulo / SP

55 (11) 3253-9090
+55 (11) 3253-3131

fesbrasil(at)fes.org.br


para cima